quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Escrever é poder

Escrever um futuro melhor para o país depende do que, exatamente, quando temos aproximadamente 13 milhões de pessoas analfabetas e 33 milhões de pessoas analfabetas funcionais no Brasil? Em um mundo em que a oportunidade está em toda parte e é preciso não somente ter fluência em sua língua materna como também na estrangeira, os números acima são alarmantes. Então porque continuamos a escrever, mesmo que muitas pessoas não possam compreender nosso propósito? Uma citação que norteia nosso princípio é:

We write because we want to change things. We write because we have this (conviction that we) can make a difference. The difference may be a new perception of beauty, a new insight into self-understanding, a new experience of joy, or a decision to join the revolution” (Marty, 1988)

Segundo a vencedora dos Jovens Inspiradores (do Prêmio Jovens Inspiradores), promovido pela Fundação Estudar, “sociedade que escreve bem, funciona bem”, e estamos longe deste ideal. Contudo, o que fez dela inspiradora foi a vontade de transformar, já que tinha capacidade de transmitir seus conhecimentos para terceiros. Uma garota de apenas 18 anos, que poderia ignorar fatores sociais, se colocou à disposição para melhorar as habilidades de redação de uma forma interativa e sem custos.

Assim como Larissa, a vencedora do concurso, estão surgindo centenas de jovens dispostos a colocar a mão na massa para mudar a realidade. Esse texto é feito para você que sabe ler, é claro. Todo esse movimento conecta pessoas e ideias inspirando ações e, por isso, voltamos a ressaltar a importância da escrita. Por que não espalhar diferentes percepções de vida? Isso não é auto ajuda ou ser positivo demasiadamente, e existem problemas gravíssimos, mas por onde começa a nossa revolução?

Para finalizar, vale lembrar que grandes mestres nunca registraram suas palavras. Aristóteles e Jesus jamais escreveram o que hoje lemos, por isso devemos agradecer aos autores que nos deixaram trechos filosóficos riquíssimos. Embora você possa não se identificar pela escrita, é importante refletir qual o seu meio de contagiar pessoas. Conhecer o seu próprio impacto é potencializar a mudança no mundo. 


Fontes:



Por Marina Bomura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Web Hosting Coupons